Você sabe o que é a API e qual a importância dessa tecnologia no nosso dia a dia?

Elas estão presentes em diversos locais e nós utilizamos APIs o tempo todo, seja nas redes sociais, em sites, dentro das empresas, sistemas de gestão e muito mais!

Acompanhe o texto e entenda como as APIs podem te ajudar (ainda mais)!

O que é API?

Uma API é um conjunto de rotinas de programação que permite a integração de dois sistemas ou plataformas diferentes.

Ou seja, a API realiza a integração de programas que, inicialmente, não conversam.

A sigla, em inglês, significa Application Programming Interface, isto é, Interface de Programação de Aplicação.

O conjunto de rotinas e padrões é muito utilizado por programadores, pois ele facilita a integração de sites, aplicativos e softwares.

Com isso, um sistema oferece ao outro funções e recursos sem a necessidade de entender como ele foi criado.

No início, as APIs eram usadas em apenas uma máquina. Mas com o tempo isso mudou. E é aí que nós entramos na questão do que é a API pública.

Basicamente, as APIs públicas são interfaces de fácil acesso na web que permitem a criação de novos negócios.

As interfaces públicas de programação são apenas um dos tipos de API, que também inclui as privadas, de parceiros e compostas.

Alguns exemplos de APIs públicas famosas são as do Facebook, Salesforce e Google Maps.

Para que serve uma API?

Exemplos de API

Uma API serve para conectar duas aplicações diferentes e gerar mais eficiência no uso da plataforma. Ou seja, ela funciona como uma ponte.

Para os programadores, a API é uma grande facilidade e para o usuário final não é diferente.

Isso porque ela funciona como um padrão para a criação de novas plataformas, softwares e aplicativos. Então, em vez de criar os códigos do zero para as funções do programa, basta usar os recursos das APIs.

Já o usuário final não precisa acessar dois programas diferentes, pois a integração já foi feita e planejada pelo desenvolvedor.

Um exemplo de API muito comum é o Google Maps. Quando um site adiciona o Google Maps para mostrar o endereço físico de um espaço no seu site, por exemplo, ele está usando uma API.

Ou ainda em uma plataforma, quando o usuário final vai colocar os dados do seu cartão para fazer uma compra. Ele só pode fazer isso porque há uma API conectando o sistema da operadora de cartão com o sistema da empresa em questão.

Nas empresas, o uso das APIs pode melhorar diversos setores, inclusive o financeiro e fiscal, automatizando e integrando softwares diferentes com o ERP.

Qual o principal objetivo de uma API?

O principal objetivo de uma API é integrar dois sistemas diferentes. Essa é a essência do que é a API.

Essa troca de dados entre dois sistemas tem o objetivo de automatizar processos, na maioria das vezes, e centralizar o uso de um programa.

Imagine, por exemplo, que a sua empresa trabalha com mais de um software ao mesmo tempo.

Seus funcionários precisam acessar os dois sistemas sempre que necessário, o que pode gerar confusão e não é nada prático, não é mesmo?

Acontece que boa parte dos softwares já são pensados para realizarem integração com outros sistemas.

Isso acontece quando o criador do software tem a intenção que outras empresas desenvolvam produtos associados ao seu negócio, ou quando ele desenvolve um software que tem por objetivo se integrar facilmente com outros já existentes.

Qual a diferença entre APP e API?

Enquanto a API é uma função utilizada para fazer dois sistemas se comunicarem, o app nada mais é do que um aplicativo.

São duas ferramentas diferentes e que possuem funções distintas, mas as duas podem ser utilizadas de forma conjunta.

Isso acontece, por exemplo, quando o desenvolvedor precisa integrar um app a uma plataforma web. Portanto, o programador vai utilizar a API para unir os dois sistemas e integrá-los.

E existe uma área, em especial, em que as APIs ajudaram a formar uma grande revolução: a financeira.

Mas você sabe o que é API no mercado financeiro?

Não se preocupe, vamos te contar tudo sobre o assunto!

O que é API no mercado financeiro?

A API financeira é um sistema que se integra a um software ou a plataformas web, auxiliando em diferentes operações financeiras e até criando novas oportunidades de negócio.

No caso do setor financeiro, as APIs causaram mudanças significativas e têm ajudado a modernizar processos e oferecer novas soluções às empresas.

Elas fazem parte da transformação digital pela qual tem passado o setor.

Um exemplo claro é quando uma empresa utiliza um ERP, mas quer agregar a ele mais funções utilizando um segundo software.

O software fiscal da ConexãoNF-e é um exemplo que se integra com o ERP, e que por meio de APIs permite realizar diversas ações sem sair do sistema de gestão.

Com as APIs da ConexãoNF-e, você pode fazer a conferência de seus documentos fiscais, gerar DANFES e manifestos, extrair XMLs além de executar várias outras atividades diretamente do seu ERP.

Vantagens da API

Tipos de API

Você já viu o que é API e que elas vieram para facilitar a vida das empresas, de usuários e programadores.

Ela dispensa a criação de novos códigos e ainda permite que o acesso seja simplificado, reunindo diferentes fontes de dados, reduzindo o tempo de acesso e possibilitando a criação de novos negócios.

A partir de agora vamos ver de perto as vantagens de utilizar APIs no seu negócio e, além disso, a importância de utilizar sistemas que possam se integrar facilmente a outros.

Redução do tempo na procura de dados

Com a integração, é possível concentrar dados em uma só plataforma.

Já pensou na economia de tempo que a sua equipe pode ter?

Você consegue acessar informações por meio do seu ERP sem consultar o outro software que está integrado à ele. Basicamente é um incremento do sistema que você já possui na sua empresa.

Com a integração de um ERP ao sistema da ConexãoNF-e, por exemplo, é possível reduzir em até 80% o tempo de lançamento de NF-e, NFS-e e CT-e.

Ao centralizar informações, é possível reduzir o trabalho manual e automatizar essas tarefas maçantes que uma empresa precisa executar.

Mais segurança

A segurança faz parte do que é uma API e ela é extremamente importante para que não haja transferência de dados indesejados.

Por isso elas contam com um sistema bem transparente, no qual é possível gerenciar o controle de dados.

Alguns recursos utilizados pelas APIs são as chaves de API com uma cadeia de tokens, a identificação e senha do usuário e a verificação de informações básicas.

Além disso, as APIs contam com sistemas seguros que identificam o vazamento de dados e também são capazes de identificar as vulnerabilidades do sistema.

Com isso, o sistema e os dados da sua empresa ficam mais protegidos contra possíveis ataques.

Possibilidade de auditar acessos

Ao utilizar uma API é possível auditar acessos e saber quem acessou o programa. Também é possível consultar quais informações foram vistas pelo usuário.

Isso é possível devido a um gateway, ou seja, uma ferramenta de gerenciamento.

Essa tecnologia vai interceptar as solicitações de entrada e as direcionar ao local correto.

Com isso, se obtém em detalhes uma visão do fluxo de dados gerados pelo usuário.

Essa função é essencial em instituições financeiras, por exemplo, nas quais é necessário o controle de dados e o sigilo das informações.

Quais as APIs mais utilizadas?

API no mercado financeiro

As APIs estão presentes na rotina diária de muitas pessoas, mas geralmente o usuário final não se dá conta da praticidade gerada por elas.

Inclusive, diversos serviços só são possíveis graças às APIs.

Veja alguns exemplos de APIs mais utilizadas:

  • Login com redes sociais - ao invés de se cadastrar em diversos sites e aplicativos a API interliga os dados das redes sociais em novos logins.
  • Mapas - muito útil para empresas mostrarem a sua localização aos clientes. Já pensou ter que criar um mapa do zero? Seria quase inviável, não é mesmo?
  • CEP - é possível integrar o site de lojas com a API dos correios, por exemplo, para descobrir valor de CEP, nome da cidade, código do município, etc.

Separamos também algumas APIs que ajudam na gestão fiscal de empresas, disponibilizadas pela ConexãoNF-e.

  • Geração de DANFE - gera o DANFE diretamente no seu sistema ERP;
  • Emissão de manifestos - realiza o manifesto do destinatário em NF-e e o desacordo do CTe sem precisar sair do seu sistema de gestão;
  • Atualização de marcadores - a ConexãoNF-e possui um sistema inteligente de tags que permite a organização da sua gestão de documentos. Com a API é possível fazer isso diretamente do seu ERP.

Veja também: ConexãoNF-e para desenvolvedores: APIs

Qual a importância da API?

A API tem uma importância imensa em três aspectos principais:

  • na experiência final do usuário;
  • na facilidade de integração para o desenvolvedor;
  • na criação de novos projetos para as empresas.

E por usuário, queremos dizer aquele que utiliza a API, seja o usuário que faz login por meio das redes sociais usando API, ou um funcionário de uma empresa que economiza tempo e automatiza diversas atividades.

As APIs permitem novas parcerias e modelos de negócio, e elas estão presentes nas mais diversas áreas e podem ajudar a modernizar todo um setor, como é o caso das APIs do setor financeiro da qual falamos acima.

As APIs são uma forma de gerar pontes de dados e integração beneficiando empresas, clientes e funcionários!

Quer saber mais sobre as APIs financeiras e fiscais e como a ConexãoNF-e pode te ajudar?

Conheça o software da ConexãoNF-e!

Conclusão

Conseguiu entender melhor o que é API e quais as suas aplicações e vantagens?

De forma mais básica, as APIs funcionam como tradutores que conectam dois sistemas diferentes unificando suas funções.

As APIs permitem visualizar e realizar diversas ações de forma integrada, sem precisar atualizar dados em dois ou mais sistemas diferentes.

E aí conseguiu entender um pouco mais sobre o que é API? Aproveite e conheça as APIs da ConexãoNF-e!

Você também pode gostar

Receba conteúdos sobre
gestão fiscal por e-mail!

Receba, armazene, e gerencie documentos fiscais eletrônicos com agilidade e segurança

Imagem ilustrativa do sistema da ConexãoNF-e