Com o decorrer dos anos, a tecnologia evoluiu significativamente, tornando-se uma peça fundamental para a sobrevivência e segurança dos processos financeiros nas empresas. Dado esse contexto, o certificado A1 tem um importante papel no atual cenário econômico.

Sua função é a de conferir autenticidade às mais variadas informações que são declaradas tanto por pessoas físicas como jurídicas, além de protegerem as transações eletrônicas e todo o tipo de serviço realizado por meio da internet.

Seja no acompanhamento de notas fiscais, no relacionamento com a Receita Federal, ou até mesmo na utilização do CPF ou CNPJ, o fato é que é imprescindível encontrar a melhor opção de certificado digital para o seu negócio. Quer saber mais sobre o assunto? Então não deixe de conferir o artigo de hoje!

O que é um certificado digital?

Primeiramente é preciso entender o conceito de certificado digital. Pois bem, trata-se de uma assinatura com validade jurídica capaz de garantir a proteção em transações eletrônicas.

Os certificados digitais permitem que pessoas e organizações se identifiquem ou assinem documentos — a qualquer hora e em qualquer lugar — com agilidade e segurança.

Em outras palavras, um certificado digital é um documento eletrônico que representa qualquer pessoa física ou jurídica, sendo utilizado em troca de documentos, mensagens e todo o tipo de dados pela internet.

Quem precisa de certificado digital?

  • empreendimentos inscritos nos regimes tributários e que emitam Nota Fiscal Eletrônica (NF-e);
  • empresas enquadradas no Lucro Presumido, nas quais as declarações mensais e anuais são exigidas pela Receita Federal;
  • empresas com empregados, incluindo optantes do Simples Nacional, que tenham até mais de cinco funcionários e que devem prestar informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais aos órgãos regulamentadores;
  • Microempreendedores Individuais (MEI).

Por que o certificado digital A1 é importante?

Existem diversos tipos de certificado digital, destinados a todo o tipo de transação eletrônica. O certificado A1 tem como principal característica o fato de ser gerado e armazenado no computador de seu titular, descartando a necessidade de utilização de tokens ou cartões inteligentes.

Outro aspecto de destaque no certificado A1 é que ele tem validade de um ano, garantindo maior segurança no ato da emissão, já que a senha de acesso deve ser substituída toda vez que o documento for renovado.

Ao optar pela modalidade A1, é possível ter mais desempenho nas operações, pois o documento opera a partir do computador, representando mais dinamismo e praticidade no processo diário de emissão NF-e e NFC-e, por exemplo.

Além disso, é altamente vantajoso utilizar o certificado A1 porque o arquivo pode ser enviado para o sistema, de modo que você possa emitir Notas Fiscais, cupons e outros documentos de qualquer dispositivo.

Como ele funciona?

Nesse certificado digital, os dados ficam registrados no computador do usuário e seu funcionamento se deve à ligação entre um par de chaves, sendo uma privada e uma pública.

As chaves são geradas no ato em que a certificação for solicitada. A chave privada fica armazenada no computador e exige proteção por meio de uma senha, enquanto a chave pública é enviada à Autoridade Certificadora (AC).

O processo é altamente seguro, pois consiste na interação entre as duas chaves. Ou seja, uma só pode ser descodificada com a combinação da outra. As informações são únicas e utilizam criptografia de alto nível, impedindo leituras consequentes de ações fraudulentas de terceiros.

Outro fato que torna o certificado A1 como um dos mais adequados para a empresa é que a chave privada é individual e altamente sigilosa, mantendo as informações criptografadas de modo que só podem ser lidas pela chave pública.

Quando a emissão do certificado é solicitada, os dados permanecem armazenados no computador em que a solicitação foi realizada. Nesse computador, os dados devem permanecer devida e obrigatoriamente protegidos, isso significa que não podem ser alterados.

Como obter o certificado A1?

Para conseguir o seu próprio certificado A1, você deve fazer a solicitação do arquivo para pessoa física ou jurídica em alguma autoridade certificadora, como a Receita Federal, Serpro, Caixa, entre outras.

Lembrando, ainda, que para emitir o certificado A1 é preciso comparecer em uma autoridade de registro, pertencente à Autoridade Certificadora escolhida para realizar a validação do arquivo solicitado que, por sua vez, deverá notificar ao usuário como proceder para baixar o documento.

Quais as diferenças entre o certificado digital A1 e A3?

 

Certificado digital A3

Necessita de um token ou cartão toda vez que for ser utilizado pelo usuário que, por sua vez, precisa ser validado no final de cada período. Sua validade pode variar de um a três anos.

Certificado digital A1

Como dissemos, o arquivo é totalmente digital e pode ser gerado e armazenado diretamente no computador da empresa, descartando a necessidade de um dispositivo externo plugado à máquina para validar serviços online. Sua validade é de apenas um ano.

Por que o certificado A1 é o melhor para seu negócio?

 

Dinamismo e agilidade na operação dos processos

Como foi dito, por meio do certificado digital é possível tornar os processos da empresa muito mais dinâmicos e ágeis, pois todas as declarações e documentos de cunho fiscal são realizadas rapidamente a partir do próprio computador pela internet.

Além disso, o fato de ter todos os dados integrados em um único ambiente digital, facilita o acesso às informações, deixando-as disponíveis a apenas alguns cliques.

Segurança nas transações eletrônicas

Ter uma assinatura digital proporciona muito mais segurança em transações realizadas via internet, já que a assinatura é homologada e criptografada de uma forma que é impossível ocorrer a falsificação.

A transação só pode ser aceita se o documento for reconhecido por uma autoridade certificadora, o que quer dizer que não há como alguém se passar por você e fraudar uma transação bancária, por exemplo.

Mobilidade

O fato do certificado A1 poder ser instalado em mais do que um computador proporciona mobilidade à empresa, permitindo que as transações sejam autenticadas a qualquer hora, lugar e em qualquer dispositivo.

Usabilidade que justifica valor

Para finalizarmos, vale mencionar uma das maiores vantagens de utilizar o certificado digital A1 é seu uso em diversas operações por diversos usuários ao mesmo tempo! O que não é uma possibilidade no tipo A3. Por isso, a ConexãoNF-e indica a compra do certificado tipo A1, mesmo que o período de renovação seja menor.

Com essa análise, é possível ter um panorama amplo do quanto um certificado digital é importante para uma organização e como escolha do seu modelo impacta na rentabilidade da empresa.

O uso do certificado A1 é indispensável nas organizações modernas e pode representar um diferencial competitivo para o seu negócio. Além de tornar as transações financeiras mais seguras, esse tipo de arquivo proporciona agilidade, mobilidade e dinamismo aos processos cotidianos.

Você ainda tem alguma dúvida sobre como o certificado A1 pode ser a melhor opção para seu negócio? Quer compartilhar a sua experiência sobre o assunto com a gente? Então aproveite os comentários para deixar a sua a opinião!


Você também pode gostar

Receba conteúdos sobre
gestão fiscal por e-mail!

Tenha total controle sobre as NFe e CTe emitidas contra sua empresa

Imagem ilustrativa do sistema da ConexãoNF-e