Margem de lucro x markup: como você utiliza esses dois conceitos na sua empresa? Eles são frequentemente confundidos porque ambos lidam com o custo dos produtos vendidos, a receita e o dinheiro realmente ganho em uma venda.

No entanto, os dois termos são totalmente diferentes e se referem a números distintos. O cálculo incorreto pode levar a problemas financeiros graves para a empresa, principalmente a longo prazo, quando é preciso mudar a precificação por conta do aumento de custo das matérias-primas e outras despesas, por exemplo.

Chega de cometer erros. Este post vai ensinar as diferenças e como calcular a margem de lucro e o markup. Confira!

Qual a diferença entre margem de lucro e markup?

Tanto a margem bruta quanto o markup podem ser usados para determinar a margem de lucro e para definir ou reexaminar estratégias de preços de uma empresa. Ambos lidam com lucro, mas os índices são calculados para dois propósitos diferentes.

Embora ambas sejam ferramentas úteis, margem bruta e markup fornecem informações diferentes e não devem ser usadas de forma intercambiável, mas sim lado a lado para fornecer uma visão mais detalhada do seu negócio.

A margem bruta analisa o custo, enquanto o markup analisa o preço. As margens fornecem informações sobre quanta receita é mantida pelo seu negócio depois que você deduz o custo de compra ou produção, enquanto a markup analisa o custo das mercadorias vendidas para determinar quanto acima do custo um produto ou serviço deve ser precificado.

Empresário calculando a margem de lucro da empresa

O que é margem bruta?

Margem de lucro ou margem de lucro bruto é uma proporção usada pelas empresas para determinar quanto dinheiro é ganho em um determinado produto ou serviço.

O índice de margem de lucro permite que você veja quanto das vendas de seus produtos se transformam em lucros. Ela está subtraindo o custo dos produtos vendidos de suas vendas. Geralmente, como uma minoria, a margem bruta é o tipo mais comum de margem.

Como calcular a margem de lucro?

Seu negócio é lucrativo? Essa é uma das perguntas mais importantes que os empresários desejam responder e uma maneira de descobrir é calcular a margem bruta.

A boa notícia é que esse é um dos índices contábeis mais fáceis de calcular. A fórmula da margem de lucro é:


Margem de lucro = (Receita - Custo das Mercadorias Vendidas) ÷ Receita

Para exemplificar, pense que sua empresa vende patinetes elétricos por R$ 1.000 cada, gastando R$ 450 para produzir cada patinete. Em junho, você vendeu sete unidades por um total de R$ 7.000, com o custo das mercadorias totalizando R$ 3.150. Para calcular sua margem bruta, você faria o seguinte cálculo:

(R$7.000 - R$3.150) ÷ R$7.000 = 0,55

Depois, para obter sua margem em percentual, basta multiplicar por 100:

0,55 x 100 = 55%

O resultado indica que seu percentual de margem bruta para vender os patinetes elétricos é de 55%. Isso significa que sua empresa é capaz de reter 55% da receita obtida com a venda dos patinetes, com os outros 45% sendo usados para pagar os patinetes.

Quanto maior sua margem, mais receita sua empresa pode obter com os produtos e serviços que vende. Já uma margem baixa indica que sua empresa pode perder dinheiro com vendas ou precisa reavaliar os custos de produtos e fornecedores.

Assine a Newsletter da ConexãoNF-e e fique por dentro de conteúdos fiscais, contábeis e de gestão.

O que é markup?

O markup é um dos cálculos mais importantes que você pode fazer como empresa e é essencial para calcular os níveis iniciais de preços em qualquer produto ou serviço que ela oferece. Para o seu cálculo leva-se em conta tanto as despesas como a margem de lucro que é esperada.

Como calcular o markup?

A fórmula do markup é:


Markup = 100/[100 - (% Despesas Fixas + % Despesas Variáveis + Margem de Lucro)]

Vamos voltar ao mesmo exemplo dos patinetes elétricos. Sua empresa tem um percentual de 5% de despesas fixas, 5% de despesas variáveis e uma margem de lucro de 55%. Na prática ficaria da seguinte maneira:

Markup = 100/[100 - (5% + 5% + 55%)]

Markup = 100/[100 - (65%)]

Markup = 100/35

Markup = 2,86

O resultado do cálculo do markup será um índice, que deverá ser utilizado para encontrar o preço de venda:


Preço de venda (PV) = Custos de produção (em R$) x Markup

Preço de venda (PV) = R$ 450 x 2,86

Preço de venda = R$ 1.287,00

Assim como a margem bruta, quanto maior o resultado, mais lucro seu negócio é capaz de obter.

Margem de lucro x markup: quando usar?

Se você estiver interessado em calcular os lucros do negócio, é melhor usar a margem bruta em vez de markup. Ela também fornece uma visão geral da lucratividade de seus produtos.

Por outro lado, o markup é extremamente útil quando se procura determinar o preço inicial do produto. Ele também pode sinalizar possíveis problemas e permitir que você reexamine a markup atual para determinar se os níveis de preços precisam ser resolvidos.

Quanto maior a margem de lucro maior o markup?

Sim. O markup mostra quanto o preço de venda de uma empresa é maior do que o valor do item. Em geral, quanto maior o markup, maior a margem de lucro obtida.

Empresário usando o markup para definir o preço das mercadorias

Conclusão

Sua empresa está no mercado para ter lucros. O cálculo da margem de lucro x markup são métricas importantes a serem usadas para medir a lucratividade de seus negócios, bem como determinar se o preço é adequado para cobrir todas as despesas necessárias incorridas na compra ou produção deste produto.

Para ter sucesso na hora de calcular esses indicadores, é preciso se atentar a detalhes, como sempre usar o mesmo período de comparação, não confundir receita bruta e líquida, entre outros.

E se você deseja realmente levar a sério a melhoria da margem de lucro da sua empresa, reduzir gastos com tributos e obrigações pode ajudar esse objetivo. Continue por aqui e descubra como diminuir impostos com um bom planejamento tributário.

Você também pode gostar

Receba conteúdos sobre gestão fiscal por e-mail! Se inscreva na nossa newsletter e fique por dentro das novidades do Blog ConexãoNF-e
Receba, armazene, e gerencie documentos fiscais eletrônicos com agilidade e segurança
Imagem ilustrativa do sistema da ConexãoNF-e