O setor de logística é fundamental para o pleno funcionamento das atividades das empresas que lidam com mercadorias, sua armazenagem e transporte. É também muito complexo e cheio de desafios decorrentes dos gargalos logísticos que podem assolar qualquer negócio.

Quando acumulados, podem gerar vários impactos negativos na instituição, como redução da produtividade, aumento dos custos, comprometimento dos níveis de insumos e queda na qualidade dos serviços prestados.

Por esse motivo, é necessário buscar soluções que possam eliminar ou minimizar os problemas, permitindo a implantação de processos operacionais mais precisos e o alcance dos resultados esperados.

Quer saber quais são os principais gargalos logísticos e como evitá-los? Continue a leitura!

Custos operacionais

Custos com processos logísticos demandam muito do orçamento do negócio, principalmente quando falamos de transporte e estoque. Os resultados de uma operação mais cara que o ideal são a baixa lucratividade e a perda da competitividade. Esses custos vão atingir diretamente a precificação e isso pode afugentar clientes.

Nesse caso, a ideia é minimizar os problemas nas operações do negócio, procurando formas de prevenção contra os gargalos logísticos. Os processos devem ser analisados previamente para a identificação, por exemplo, de desperdícios de insumos, custos excessivos ou gastos extras, demoras desnecessárias, entre outros.

Fazer uma lista dos problemas e de suas possíveis causas ajuda a pensar naquilo que pode ser feito para eliminar o que estaria levando a tudo isso. O importante é que a equipe faça algo antes que os erros aconteçam ou tão logo apareçam. Isso ajuda a diminuir os custos, tornar os processos eficientes e aumentar a agilidade e a qualidade dos serviços prestados.

Transporte de cargas

Os problemas de mobilidade dos grandes centros influenciam diretamente no transporte de cargas no país. Entre os principais desafios estão os altos custos, a precariedade das estradas e os longos percursos entre um ponto e outro devido ao tamanho do território brasileiro.

Além disso, há restrição da circulação dos veículos pesados em diversas áreas das cidades e, por vezes, poucas áreas exclusivas para carga e descarga. Esses empecilhos geram o aumento no gasto de combustível e uma constante necessidade de manutenção e conserto dos veículos em curtos períodos de tempo.

Contar com o auxílio de transportadoras especializadas pode resolver uma parte dos problemas apresentados em relação ao transporte de cargas. Tendo em vista que alguns pontos dependem de ações do Governo – como a melhoria das condições das estradas e rodovias –, o jeito é procurar a parceria das organizações mais experientes na área.

Ter um parceiro de negócios qualificado e que possa atender suas demandas é uma forma de diminuir os custos operacionais. Além disso, é possível garantir a disponibilidade de veículos e conhecer bem os prazos envolvidos. A parceria pode ainda facilitar a negociação de preços ou de descontos para entregas em maior quantidade.

Setor de atendimento

A falta de qualidade no atendimento ao cliente e a pouca eficiência durante as negociações com o fornecedor também podem impactar na expansão do negócio.

Da mesma forma, influencia no andamento das atividades, já que qualquer agendamento errado ou troca incorreta de informações pode provocar conflitos, atrasos e grande insatisfação. A pontualidade das entregas é um fator de destaque hoje em dia, então, é preciso ter todo o cuidado para minimizar atrasos.

É necessário um monitoramento logístico que comece pela preocupação com o modo como os clientes e fornecedores serão atendidos. Além disso, é necessário investir em treinamento, qualificação e desenvolvimento. Essa estratégia aperfeiçoa os índices de produtividade, contribui para o aumento do engajamento dos profissionais e para que apareçam melhoras como um todo na equipe.

Com capacitação, os colaboradores entenderão melhor o que é esperado deles e se integrarão à cultura organizacional da empresa.

Controle de estoque

Ter um gargalo no setor de estoque pode ser fatal. Remessas de pedidos incorretas, falta de produtos e atraso na entrega por conta de processos falhos são consequências graves quando existe uma gestão ineficiente dessa área.

Por esse motivo, é essencial ter muita atenção a essa fase e criar métodos que funcionem para agilizar a continuidade das tarefas.

A implementação de recursos tecnológicos deixou de ser um diferencial e se tornou uma necessidade para que as empresas se mantenham competitivas no mercado. A utilização de softwares e ferramentas tecnológicas automatiza os processos e auxilia no gerenciamento eficaz de estoque.

Mão de obra

Ter uma mão de obra qualificada também é um grande desafio. É preciso que o setor de RH consiga contratar os profissionais adequados e que realmente possam somar no gerenciamento logístico. Uma falha nessa tarefa pode gerar prejuízos financeiros e operacionais para a companhia.

Para isso, é importante implementar um bom programa para conduzir o processo de recrutamento e seleção dentro da empresa. Ele deve estar alinhado com seus valores, princípios e critérios, sendo possível identificar talentos em potencial para fazer a diferença em um mercado tão competitivo.

Comunicação entre parceiros de negócio

Com as mudanças de mercado, o cliente se torna cada vez mais exigente. Tomar conhecimento sobre situações específicas rapidamente é importante para que medidas eficazes sejam implementadas o quanto antes. Mais uma vez, o tempo é fundamental para que as oportunidades sejam bem aproveitadas, permitindo que a organização fique à frente da concorrência.

A troca ineficiente de informações é um gargalo também quando ocorre entre os colaboradores da própria companhia. A falta de uma comunicação clara e objetiva prejudica as tomadas de decisão, podendo levar a graves falhas em diversos setores da empresa. Por isso, uma solução é apostar em diferentes canais, como aplicativos, e-mails, rede sociais, entre outros, capazes de facilitar a comunicação corporativa.

Integração das informações

Para que a logística tenha um bom funcionamento, é necessário que haja uma integração entre todos os setores da empresa. Por exemplo, a área de vendas e o setor de estoque precisam estar conectados entre si e a todos os demais setores. Os dados precisam estar sempre atualizados e disponíveis para consulta a qualquer momento.

A ausência de informações em tempo real é um sério problema que atrapalha a tomada de decisão e a eficácia dos processos. Portanto, ter a tecnologia como aliada pode ser uma boa ideia. Investir em sistemas integrados para a gestão de documentos e planilhas, bem como em meios de troca de mensagens entre os setores pode fazer uma grande diferença e auxiliar na tomada de decisões mais certeiras.

Recebimento de Notas Fiscais

A falta de controle sobre as Notas Fiscais eletrônicas (NF-e) recebidas podem prejudicar o setor de logística, visto que, os dados desses documentos são imprescindíveis para uma gestão eficaz.

Todo documento emitido ou recebido de uma empresa referente à uma operação comercial deve ser registrado e armazenado pela empresa pelo período de 5 anos, com riscos de penalizações caso não seja efetuado.

As Notas Fiscais auxiliam o controle de estoque de mercadorias. Assim que um carregamento chega, por exemplo, é através dos dados descritos que o setor irá dar entrada nos produtos e atualizar seus sistemas de controle.

O que poucos sabem é que o processo de lançamento e entrada de documentos fiscais eletrônicos também pode ser automatizado através da importação de XML, feita por sistemas como o da ConexãoNF-e.

Optar por um sistema automatizado de recebimento também garante que Notas Frias não entrem na empresa.

Com a importação de XML e o recebimento de NF-e e CT-e a gestão das empresas podem ser agilizadas nos demais processos do negócio, e, assim como já mencionado, sistemas próprios e especializados usando a tecnologia são ótimas alternativas para um negócio rentável.

Como foi possível perceber, os gargalos logísticos podem prejudicar toda uma cadeia produtiva. Por isso é importante estar atento a problemas, mesmo que pequenos, e buscar as soluções que mais se enquadrem nas características do seu negócio.

Esse foi nosso artigo sobre gargalos logísticos e como evitá-los, se você gostou do conteúdo, também pode se interessar sobre a relação entre estoque e gestão financeira, fique por dentro de tudo!


Você também pode gostar

Receba conteúdos sobre
gestão fiscal por e-mail!

Tenha total controle sobre as NFe e CTe emitidas contra sua empresa

Imagem ilustrativa do sistema da ConexãoNF-e